Grupo Concettuale - Móveis Planejados Grupo Concettuale - Móveis Planejados
tags

Decoração   Organização   ambientes planejados   concettuale planejados   decoração   dicas   móveis planejados   organização  
DICAS PARA MONTAR UM CONFORTÁVEL HOME THEATER
26/02/2019

 

Especialistas orientam sobre qual a altura e distância indicadas para instalar a TV e saídas de som e, assim, deixar o ambiente aconchegante e funcional

Home theater com caixas de som no teto para distribuir o som também para a varanda. © Daniel Mansur

 

A sala de TV é um dos cantinhos mais gostosos da casa. Chegar ao fim do dia e se jogar no sofá ou assistir a uma maratona de filmes ou séries no fim de semana são dois dos pequenos prazeres do dia a dia. Acontece que, para que esses momentos sejam agradáveis e não desconfortáveis, é preciso estar atento a como montar o home theater.

A disposição do sofá, da TV e das caixas de som na sala é essencial para que esse pequeno deleite seja, de fato, aconchegante. A designer de ambiente Laura Santos explica que a distância entre a TV e o sofá vai depender do tamanho da tela.

Segundo ela, para uma tela de 32 polegadas, a distância mínima deve ser de um a dois metros. “Já uma TV de 50 precisa ter uma distância mínima de 1,90m e máxima de 3,80m”, explica.

Em caso de dúvidas quanto a essa relação entre o tamanho da TV e a distância da pessoa sentada no sofá, a arquiteta Priscila Vivacqua, do escritório Vivacqua Arquitetura de Interiores, e seu parceiro para projetos de áudio e vídeo Michel Crotman, da Endev Audio & Video, ensinam a multiplicar a medida da diagonal da TV por 3,5.

“Esta seria a distância estimada para termos uma sensação de imersão na imagem o mais semelhante possível a de se estar no cinema”, conta Priscila. Já em relação à altura, o arquiteto Thoni Litsz orienta que a altura do centro da TV seja de, aproximadamente, 1,50m para uma sala onde a TV será assistida no sofá.

Laura acrescenta que o melhor tira-teima é o morador sentar no sofá e criar uma linha imaginária da altura ideal, a qual dará no eixo da TV.

 

Disposição das caixas de áudio no home theater

Com relação ao áudio, os especialistas explicam que há vários modelos, com caixas de som de diversos tamanhos, desde similares a tamanhos de bolas de tênis até caixas de som torre, de mais de 1,30m de altura, para um home theater completo. Essas caixas podem ser tanto embutidas no teto por meio de gesso (ideal para espaços pequenos) ou ficarem à mostra.

A caixas de som centrais, que emitem o som da voz de quem está na tela, devem ser posicionadas embaixo da TV. As caixas que emitem o som surround (áudio expandido estilo cinema) devem ficar uma à direita e outra à esquerda do sofá, sendo que ambas devem ficar na mesma altura dos ouvidos de quem vai assistir ao vídeo, considerando que esteja sentado.

Tem ainda a caixa subwoofer, que reproduz o som grave e vibra bastante. Essa deve ficar no chão, ao lado da TV. Priscila ressalta, entretanto, que não é só a disposição das caixas, mas o layout todo do home theater que deve ser considerado para se ter um ambiente agradável.

“O home theater pode ter todas as caixas no forro do teto, ou frontais e laterais, com as caixas tendo a sua parte superior próxima à altura que o usuário se senta para assistir ao filme. A escolha do mobiliário, revestimento de parede e de piso, cores e texturas também irão influenciar no conforto e na estética do espaço”, destaca a arquiteta.

Para aproveitar o espaço, a designer de ambiente Laura Santos usou laca branca brilhante e sistema de áudio foi embutido no teto. A TV está na altura do telespectador sentado. © Henrique Queiroga

 

Tendências e beleza do home theater

Conforto é a palavra chave de um bom home theater, mas um espaço bonito é muito mais prazeroso, não é? Para evitar aqueles fios pela sala, Litsz indica caixas embutidas no gesso e sistema de áudio e vídeo wireless, que dispensa os cabos.

Priscila e Michel acrescentam ainda que, entre as novidades, hoje existe a tecnologia de som 3D conhecida com Dolby Atmos, que amplifica o som e cria um ambiente ainda mais próximo ao do cinema.

Segundo a designer de ambientes Laura Santos, outra tendência, recente ainda no mercado brasileiro, é a TV de painel orgânico, ultrafino, de apenas 2,57mm, que reproduz imagens com maior profundidade. Já em relação à decoração, a designer de ambientes afirma que os painéis de TV são muito desejados.

Mas para quem não quer ou não pode ter um painel, a dica de ouro é a escolha da tinta da parede: “Pintar a parede com a cor de cimento queimado dá uma pegada mais despojada ao home theater e vem ganhando espaço nas casas de hoje”, indica a designer.

 

Do: A Revista da Mulher

Por: Raphaela Ribas

Fotos/ Créditos: todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Disponível em: http://arevistadamulher.com.br/decoracao/content/2448394-dicas-para-montar-um-confortavel-home-theater | Acesso em: 16/01/2019 às 14h58.





5 DICAS PARA ORGANIZAR UMA COZINHA PEQUENA
13/02/2019

Já se foi o tempo em que as cozinhas eram grandes e espaçosas. As famílias diminuíram e as cozinhas também! Casas e apartamentos modernos possuem metragens cada vez menores e uma área dedicada à cozinha praticamente simbólica. Para fazer um bom aproveitamento do (pouco) espaço que você tem, invista em ideias práticas e planejadas. Separamos para você 5 dicas que irão inspirá-la na hora de decorar sua modesta cozinha:

 

1- Aposte na cozinha americana

cozinha-americana

Crédito: MCYIA Interior Architecture and Design

Muitos apartamentos já vêm com esta proposta no projeto arquitetônico: uma cozinha integrada com a sala de estar. Este estilo de cozinha proporciona um ambiente mais amplo, uma vez que abre mão de uma ou duas paredes.

Para fazer valer a pena, o truque é integrar sala e cozinha com artigos de decoração que combinem com ambos os espaços. Gabinetes e prateleiras suspensos, na divisa entre os ambientes quebram a continuidade sem abrir mão da profundidade conquistada com a retirada da parede. Vasos com plantas são excelentes opções para enfeitar o balcão ou prateleiras da divisa!

 

Dica especial:

Ao escolher móveis ou prateleiras para dividir os espaços, aposte em itens “duas faces”, ou seja, que podem ser utilizados tanto na sala quanto na cozinha. Você pode inclusive procurar acabamentos diferenciados para cada um dos lados!

 

2- Considere bancadas móveis

bancadas mveis

Crédito: ras-a, inc.

Apesar de não ser muito comum no mercado, você pode recorrer a este artifício se a sua cozinha for muito pequenininha. Desde uma mesa com rolamento, até gavetas que se abrem em bancadas, é possível encontrar maneiras para expandir a superfície de trabalho ou mesmo a área para refeições (caso não tenha espaço para um balcão estilo americano). Esta é uma dica que pode salvar, mas deve ser planejada e pode não ser uma opção viável. Mas não desanime, as dicas continuam!

 

3- Verticalize sua cozinha

verticalize sua cozinha

Crédito: W. David Seidel, AIA – Architect

Aposte na verticalização da sua cozinha, utilizando prateleiras e organizadores suspensos. Você pode dispor nas prateleiras potes com alimentos e temperos que você usa no dia a dia, ou ainda louças e outros utensílios.

Organizadores suspensos são muitas vezes soluções mais versáteis e baratas do que prateleiras, e funcionam muito bem para aproveitar áreas maiores na altura e sem abusar da profundidade.

Outra dica legal é utilizar bules, potes de compotas e outros recipientes grandes para organizar colheres e espátulas. Além de prático, vira um ótimo artigo de decoração, dando um ar mais intimista e familiar ao ambiente. Você pode explorar essa ideia de verticalização da cozinha de várias maneiras: prateleiras de correr em armários, organizadores suspensos nas portas dos armários, etc. Use sua criatividade!

 

4 – Planeje sua despensa

planeje sua despensa

Crédito: Inspired Interiors

Uma despensa é um bom lugar para armazenar mantimentos e na hora de montar a cozinha, podemos subestimar o espaço designado a ela. Tudo depende da sua rotina de consumo e de qual será sua rotina de reposição de “estoque”.

Mais cedo ou mais tarde você perceberá que fazer compras menores em intervalos de tempo mais curtos será uma opção mais prática do que fazer grandes compras mensais (provavelmente você não terá espaço para estocar mantimentos para um mês inteiro!).

A dica é designar, para cada item que sua família consome regularmente, um espaço certo na despensa e já deixar reservado um espacinho para “itens surpresa”, aqueles que você raramente compra.

Você pode usar caixas organizadoras e cestas para delimitar os espaços. Organize por categorias como grãos, condimentos, massas, derivados do leite, (e etc.) pois irá facilitar também na hora de identificar quais mantimentos estão faltando. É importante lembrar de reservar um espaço generoso para bebidas em geral, pois caixas e garrafas de líquidos costumam ser volumosos e pesados!

 

5- Quadros de Recados

 

 

 

quadros-de-recados

Você pode encontrar no mercado uma grande variedade de lousas, blocos de notas e até placas magnéticas charmosas que além de artigos de decoração são muito práticas. Se preferir, você pode usar sua criatividade para montar um quadro de recados especial, mas acredite, ele será de muita ajuda! Fazer um planejamento semanal do cardápio da família é um bom exemplo de utilização destes quadros.

 

Outro bom exemplo é ir fazendo uma lista conforme os itens da sua casa vão acabando, como uma lista de compras dinâmica. Deixar a lista visível e fixa em um único lugar da casa permite que você se mantenha mais organizada além de permitir que outros moradores da casa também anotem itens que deram por falta. Vai sair pra o supermercado? Tire uma foto do quadro e pronto, você já tem sua lista de compras em mãos!

 

Do: Casa Bem Feita

Por: Adriano

Fotos/ Créditos: todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Disponível em: https://casabemfeita.com/como-organizar-cozinha-pequena/ | Acesso em: 16/01/2019 às 13h48.





PAPEL DE PAREDE PARA QUARTO DE MENINA – 6 ESTILOS + 14 FOTOS DOS MAIS LINDOS
29/01/2019

quarto de menina

Toda menina deseja ter seu próprio cantinho para descansar e sonhar com o futuro. Seja qual for sua idade ou jeito de ser, o quarto de uma menina é sempre o castelo onde ela reinará absoluta! Para refletir sua personalidade e criar um ambiente completamente original, o papel de parede é a melhor aposta.

Além de dar vida nova ao espaço, este material é de fácil aplicação e, se bem cuidado, pode ter longa duração. Para deixar você poder dentro das novas tendências e auxiliar sua escolha, compilamos esta lista de inspirações de papel de parede para quarto de menina. Com criatividade e bom gosto, você terá resultados surpreendentes!

 

1º – Estilo Diva

estilo diva

Crédito: Julianne Kelly

 

Poderosa e cheia de glamour, a menina Diva não abre mão do luxo e da elegância! Por isso, estampas que remetem à vaidade e à autoestima feminina são os grandes ícones desta tendência. Exemplos são os sapatos, objetos de maquiagem e as populares coroas, que recentemente caíram nas graças do público adolescente.

O estilo Diva para papel de parede é uma boa pedida na hora de compor uma decoração que case o retrô e o contemporâneo, transformando a dona do quarto em uma verdadeira rainha. Algumas peças de mobiliário que traduzem esta mensagem são as tradicionais penteadeiras e os espelhos de pé. Aqui não existe cor determinada, embora o branco e o preto sejam alguns dos tons mais encontrados para este estilo.

 

2º – Estilo Romântico

estilo romntico

Crédito: Alexandra Kidd Design

Esta é para as meninas doces, meigas e sonhadoras! O estilo romântico cria uma atmosfera delicada, ideal para as adolescentes apaixonadas. O ícone principal deste estilo são os corações, embora caibam aqui diversas outras estampas. Para compor o look romântico do seu quarto, abuse de símbolos de feminilidade e leveza como borboletas, bonecas e laços.

O estilo é marcado também pelo uso de uma cartela de cores tradicionalmente ligado ao universo feminino: aqui triunfam os tons de rosa e vermelho. Nem sempre, no entanto, estas cores são apresentadas em suas matizes mais vivas. O estilo romântico está muito mais ligado aos tons pasteis e às cores mais claras, de modo a expressar a timidez e o processo de descoberta próprio da adolescência.

 

3º – Estilo Urbano

estilo urbano

Crédito: Lisa Petrole Photography

 

Se você é uma menina antenada e moderna, este é seu estilo! A inspiração urbana traz a agitação das metrópoles de todo o globo diretamente para o seu quarto. Este estilo combina fotos e ilustrações de cartões postais para compor uma atmosfera cosmopolita e atual.

Para você que é uma cidadã global e faz questão de viajar e conhecer novos lugares, o estilo urbano traduz seu espírito inquieto e dinâmico nas paredes do seu quarto. Este modelo de papel de parede é, em sua maioria, formado por imagens em tons mais neutros, como o preto e o branco. Desta maneira, o estilo urbano reúne a referência do concreto e do asfalto, ícones das grandes cidades.

 

4º – Estilo Floral

estilo floral

Crédito: Shirley Meisels

 

Seja qual for a idade, toda mulher adora flores! O papel de parede floral é versátil e agrada a todos os gostos, podendo captar diferentes tipos de personalidade a depender do tamanho e das cores de suas estampas. Para as meninas mais alegres e extrovertidas, as estampas maiores e com tons mais vivos são os mais indicados. Já as meninas mais tímidas e doces têm sua personalidade contemplada pelas estampas miúdas e tons pastéis.

O floral é um dos papéis de parede mais encontrados no mercado já que, por ser tão democrático, toda empresa do ramo produz ao menos uma estampa do estilo. Além de trazer uma aura natural ao seu espaço, o estilo floral pode ser facilmente reproduzido nos itens de decoração de sua casa. Basta escolher uma só cartela de cores, ainda que as estampas sejam diferentes, e montar o seu espaço de maneira equilibrada e harmônica.

 

5º – Estilo Natureza

estilo natureza

Crédito: Rikki Snyder

 

Quarto é local de descanso e, para isso, nada melhor do que trazer para ele a inspiração das paisagens naturais. Este papel de parede faz do seu quarto um lugar calmo, de ar bucólico, pronto para recuperar suas energias em dias difíceis. Se você não dispensa uma praia no final de semana e a melhor escolha para suas férias é acampar nas montanhas ou perto de um rio, o papel de parede estilo natureza é a sua cara.

Além das estampas de plantas, pássaros, insetos e outros animais, existe a opção do papel de parede fotográfico. Com ele, uma paisagem real completa pode virar um grande painel na parede do seu quarto. O verde é o carro-chefe dentre as cores deste estilo, que traz ainda as influências do azul e do marrom. Para as meninas de espírito livre e aventureiro!

 

6º – Estilo Pop

estilo pop

Crédito: Rebecca McAlpin Photography

Para quem se liga no universo pop e sabe de cor todos os artistas das paradas de sucesso! Este estilo é a cara da adolescente moderna, que procura estar sempre atualizada e não perde tempo para checar as mensagens nas redes sociais. Ícones deste estilo são as referências musicais, como os vinis e fitas K-7, e os chamados “memes”, a exemplo do lema “Keep Calm and Carry On”.

Os smartphones e as carinhas do tipo Emoticon também são algumas inspirações de estampa. As pin-ups, tradicionais imagens femininas dos anos 50, são outras opções que carregam consigo uma aura pop retrô. Apesar de o estilo não se caracterizar por cores definidas, as chamadas cores flúor – rosa, verde e amarelo fluorescente – são alguns dos tons mais populares nos dias atuais. Direto das passarelas para a parede do seu quarto!

Do: Casa Bem Feita

Por: Adriano

Fotos/ Créditos: todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Disponível em:  https://casabemfeita.com/papel-de-parede-quarto-de-menina/ | Acesso em: 12/12/2018 às 11h58.





SAIBA COMO LIMPAR ARMÁRIOS PLANEJADOS NA COZINHA
15/01/2019

Os armários planejados facilitam muito a vida, mas fique atento na hora da limpeza para não danificar o móvel

A facilidade em ter armários planejados na cozinha otimiza a vida de muitas pessoas. Não é nada fácil escolhê-los quando o cômodo necessita de alguns cuidados especiais, principalmente por conta do tamanho, colunas ou paredes que impeçam a escolha de itens modulados. Para resolver esses problemas, os armários planejados foram criados e facilitaram o planejamento de cômodos, como a cozinha. Mas, esses itens precisam de uma atenção especial, afinal, pode haver cantos bem difíceis de serem alcançados.

Pensando em facilitar a vida, buscamos algumas dicas para limpar armários planejados  sem que fiquem marcas ou possam causar algum tipo de dano. Atente-se e reserve um tempo para fazer essa limpeza. Vai valer a pena.

 

Armários de madeira revestidos de folhas ou feitos integralmente de madeira natural

Nesse caso, não use produtos abrasivos. Procure sempre utilizar panos secos, limpos e macios, como flanelas. Se a sujeira estiver muito encrostada, use um sabão de coco com uma esponja limpa e dedicada somente para isso. Posteriormente, passe um pano úmido para retirar o excesso e finalize com um pano seco para garantir a durabilidade da madeira.

Não use panos encharcados ou molhe diretamente o armário, pois pode causar estofamentos. Além disso, faça sempre movimentos de vai e vem e nunca circulares.

armarios-de-madeira

armario de madeira branco

Atenção com os basculantes

Para quem não sabe, os basculantes são aqueles armários superiores e que necessitam de um cuidado maior na hora de limpar. Sempre deixe as portas totalmente abertas para facilitar a limpeza e nunca borrife nenhum produto diretamente nas dobradiças ou nas portas de correr. Isso pode prejudicar funcionamento das mesmas.

basculantes

Armários sob a pia ou gaveteiros

Como ficam próximo à pia, estão mais sujeitos a se danificarem por causa de vazamentos, por isso, atente-se na hora da limpeza. Para realizar a limpeza, nos dois casos, retire todos os objetos e verifique se não há nenhum tipo de problema. Depois, limpe com um pano úmido ou com sabão de coco, caso esteja muito sujo. Antes de retornar os itens, lembre-se de fazer a limpeza muito bem.

Do: Imóvel Web

Por: Imóvel Web

Fotos/ Créditos: todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Disponível em:  https://www.imovelweb.com.br/noticias/quem-ajuda-amigo-e/saiba-como-limpar-armarios-planejados-na-cozinha/ | Acesso em: 12/12/2018 às 11h10.





BANHEIRO PRETO E BRANCO: ESTILO E ELEGÂNCIA EM DUAS CORES
18/12/2018

 

O banheiro costuma ser um ambiente pequeno e, por isso, a escolha de cada detalhe é estratégica e fundamental. Um detalhe a mais ou a menos pode mudar toda a perspectiva, como amplitude e o aspecto do local. Por isso, neste caso, as cores precisam ser escolhidas com cuidado, já que podem influenciar de maneira positiva ou negativa em seu banheiro.

A proposta de um banheiro preto e branco parece bastante complicada para a sua decoração? Se a resposta for “sim”, não se preocupe. A designer de interiores Roberta Cavina explica que a dupla de cores queridinha da decoração representa elegância e estilo quando aplicada no banheiro. “A utilização do preto e branco em banheiros é um clássico difícil de dar errado”, comenta.

A composição em preto e branco pode ir desde o moderno até o minimalista. Tudo dependerá de seu estilo e em como combinar peças e materiais que transformam o simples em algo extremamente elegante. Para o contraste, é possível optar por revestimentos claros, enquanto a cor preta seja utilizada exclusivamente nas peças, dando um ar minimalista e intimista.

 

Harmonia em preto e branco no banheiro

“O banheiro costuma ser pequeno, portanto devemos ter cuidado na utilização do preto para não diminuí-lo ainda mais. O ideal é usar os revestimentos brancos na parede e deixar o preto para os detalhes. A cor pode ser empregada, por exemplo, no armário de bancada, nos acessórios – como porta-sabonete, bancada ou louças –, ou até mesmo em pequenos detalhes de pastilha ou revestimento”, Roberta explica.

Basta, então, combinar o estilo desejado de maneira harmoniosa e ousar na hora de decorar o seu banheiro ou lavabo. E lembre-se: os detalhes é que vão fazer a diferença. Tome cuidado para não exagerar e deixar o ambiente carregado.

Agora, para te auxiliar e inspirar, confira uma lista com 60 banheiros preto e branco super estilosos e sofisticados:

1 - A mistura do moderno e do clássico

mistura-do-moderno-e-do-classico.jpg

No contraste do preto e do branco é possível alinhar estilos como o moderno e o clássico, como o design do espelho. Aposte na riqueza de detalhes como estes que podem ser encontrados por todos os cantos do banheiro. Bancadas, acessórios, espelhos e pastilhas fazem a diferença nessa composição.

 

2 - Uma verdadeira sala para banho

sala para banho

Imagine uma sala. Imaginou? Agora imagine poder tomar banho nela. É isso mesmo! A composição dessa sala para banho ficou incrível em preto e branco. Os elementos foram bem distribuídos para não sobrecarregar o ambiente e deixá-lo muito escuro, por isso, teto e revestimentos ficaram na cor branca, enquanto locais únicos e itens exclusivos foram colocados na cor preta.

 

3 - Detalhes no piso que fazem a diferença

detalhes no piso

É possível optar por um banheiro bastante claro e iluminado e, mesmo assim, contar com a cor preta. Para isso, deixe o ambiente todo branco, mas invista em detalhes, como no piso, por exemplo, que vão quebrar o aspecto super clean do ambiente!

 

4 - Banheiro street alt

banheiro-street-alt

Para os mais modernos e contemporâneos, vale inovar na composição levando o estilo street para os ambientes da casa. Nesse caso, o graffiti preto e branco deixou o banheiro completamente inovador e descolado. A composição é super válida para quem gosta do estilo!

 

5 - Tudo mais preto no branco

udo-mais-preto-no-branco

Se a ideia é mesclar o preto no branco de maneira uniforme, além do piso, selecione uma parede para dar o destaque escuro na composição. Neste caso, o ideal é deixar o ambiente ainda mais iluminado, ok?

 

6 - Todo mundo ama um pretinho básico!

pretinho basico

Que tal inovar para valer no preto e branco do banheiro? Esta composição teve sua aposta total na cor mais escura, deixando pequenos detalhes em branco, como no revestimento em pastilha. E claro, a iluminação foi essencial para o destaque dos desenhos.

 

7 - Tijolinho e piso preto e branco

tijolinho-e-piso-preto-e-branco

O azulejo branco de metrô é uma opção lindíssima para a composição do banheiro. Aposte na ideia para dar um aspecto moderno e, ao mesmo tempo, mais rústico, com piso em detalhes pretos de maneira mais minimalista!

 

8 - Parede única como destaque

parede

Além do visual supermoderno, o ambiente é composto quase que inteiramente do branco, bem como a banheira redonda, que dá todo o charme no ambiente. Mas o destaque mesmo está na parede única em preto e a arte diferenciada. Lindo, não é mesmo?

 

9 - Papel de parede: solução prática e bonita

papel de parede

Se ainda há certo receio para investir no banheiro preto e branco, opte pelo revestimento com papel de parede pela praticidade. Dê só uma olhada neste exemplo com desenhos em P&B e inspire-se para o seu!

 

10 - Bancadas e nichos como protagonistas

bancadas

Se seu ambiente conta com bancada e nichos, dar maior destaque em cores para eles vai fazer a diferença no projeto de decoração do banheiro. Nesse caso, estes dois foram protagonistas e, ao entrar no ambiente, são os primeiros a serem notados.

 

11- Saindo do convencional

saindo do convencional

Os subway tiles, também chamados de azulejos de metrô, estão em alta no momento. Opte por eles para seu banheiro e aposte em louças em preto opaco ou metalizado, como nessa inspiração supercharmosa!

Para conferir na íntegra os 60 banheiros inspiracionais, acesse a matéria completa no link abaixo.

Do: Tua Casa

Por: Aline Carrasco

Fotos/ Créditos: Reprodução - Iara Kilaris, Reprodução - Pascali Semerdjian Arquitetos, Reprodução - Flávio Moura, Reprodução - Pascali Semerdjian Arquitetos, Reprodução Iná Arquitetura, Reprodução - Moritõ Arquitetos, Reprodução - Carolina Vilela, Reprodução - Jayme Bernardo Arquitetura e Design, Reprodução Iná Arquitetura, Reprodução - Francisco Calio, Reprodução - Lilian Morel, Reprodução - Raduan Arquitetura, Reprodução Iná Arquitetura.

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Disponível em https://www.tuacasa.com.br/banheiro-preto-e-branco/ | Acesso em: 20/11/2018 às 11h54.

 





5 DICAS PARA VOCÊ MONTAR UMA SALA DE CINEMA EM CASA5 DICAS PARA VOCÊ MONTAR UMA SALA DE CINEMA EM CASA
04/12/2018

Cada vez mais os recursos multimídia disponíveis no mercado oferecem a possibilidade de se criar um verdadeiro cinema em casa. Televisores inteligentes e com tela gigante e ultrarrealista, sistemas de som que transportam você para dentro das cenas que se passam diante dos seus olhos e sofás superconfortáveis que não devem em nada para as poltronas dos melhores cinemas são alguns dos itens capazes de transformar um cômodo da sua casa em uma sala de cinema.

Lógico que você não precisa necessariamente dos itens mais caros das listas de TVs, home theaters e sofás para ter um ambiente aconchegante, confortável e tecnicamente apurado. São várias as maneiras de criar um espaço assim na sua casa, na sala de estar ou em um cômodo dedicado a isso. Tudo o que você precisa levar em conta são algumas dicas para dar conta de tudo o que você deseja para o seu cinema caseiro.

Qual a distância ideal entre sofá e televisor? Qual o melhor posicionamento para as caixas de som de um home theater? Que tipo de cortina escolher? Estas perguntas básicas são essenciais para criar o seu espaço e aqui vão cinco dicas para você ter conforto e qualidade na hora para curtir um bom filme ou seriado no conforto do seu lar.

 

1 - TV com imagem de cinema

tv com imagem de cinema

Escolher uma televisão pode ser simples se você sabe o que quer. Atualmente, os aparelhos que dominam os interesses de quase todo mundo são as Smart TVs. Elas são dispositivos inteligentes que se conectam à internet e têm suporte a vários aplicativos, como Netflix, YouTube e redes sociais, ampliando as possibilidades de conteúdo à sua disposição. Ao optar por uma Smart TV, lembre-se de que há modelos que se conectam à internet via Wi-Fi e outros que usam apenas conexões cabeadas.

Os televisores convencionais também podem ser “transformados” em dispositivos inteligentes com a ajuda de outros aparelhos. Assim, caso você possua algum dispositivo inteligente como um console ou o Chromecast (leia mais a respeito disso na terceira dica desta lista), pode economizar um pouco optando por um modelo de TV mais simples.

Outro detalhe importantíssimo em relação às televisões é a resolução. Os modelos 4K são o que há de melhor neste aspecto atualmente, e os preços deste tipo de TV já começam a baixar. Assim, você pode encontrar modelos com a ultrarresolução por preços quase semelhantes aos dos aparelhos Full HD. Como em breve os conteúdos em 4K se tornarão onipresentes, ter um dispositivo com suporte para esta resolução aumenta a vida útil de sua compra.

Além do tipo de TV e da resolução, mais uma característica essencial é o tamanho da tela — para encontrar o tamanho ideal, é preciso levar em conta o espaço de sua sala. “Em nosso escritório, usamos uma conta como base: tamanho da diagonal da tela vezes três. No caso de uma televisão de 42 polegadas, esta conta resulta em um afastamento médio de 2,70 metros”, informa o arquiteto Phillippe Nunes, da NOP Arquitetura.

Já o arquiteto Fábio Abreu Viana defende que o ideal é manter ao menos uma distância mínima de três metros entre TV e sofá. “Quanto maior for o aparelho de TV, maior deve ser esta distância”, comenta o diretor da Proxxima Arquitetura. Ainda referente a espaços e distância, é importante não se esquecer da altura ideal em relação ao chão que um televisor deve ficar. “A altura do chão ao centro da TV também é importante e costuma ser de 1,5 metro, independente da TV”, explica a arquiteta Thais Kalitin, da Kalitin Interiores.

2 - Um home theater será necessário

home theater

Não se fala de “cinema em casa” se você não possui um sistema de som competente. Para isso, um home theater acaba sendo a melhor pedida. Aqui, como em relação à escolha da televisão, é preciso levar em conta a área da qual você dispõe para instalar o equipamento. Espaços pequenos pedem aparelhos com potência reduzida a fim de não deixar as emissões sonoras desconfortáveis.

“Assim como o tamanho da TV deve seguir uma relação entre a distância do sofá ou da cama, a escolha do sistema de Home Theater deve levar em consideração a área do ambiente”, indica o arquiteto Matheus Coelho França, também diretor da Proxxima Arquitetura. “Quanto maior for o ambiente, maior pode ser a potência e o número de caixas, e vice-versa.”

Desta maneira, espalhe as caixas de som pela sala sempre de forma equilibrada — seja agrupando-as ao lado da TV ou dividindo as caixas pelos cantos do cômodo. A arquiteta Thais Kalitin lembra ainda que caixas de som presas na parte superior da sala também podem incrementar a experiência sonora. “A instalação no teto garante ainda mais a qualidade do som pelo posicionamento”, comenta.

A dica geral, porém, é ter em mente o tipo de aparelho que você deseja já na hora de elaborar um projeto, a fim de que tudo sirva às suas necessidades de forma eficaz. “É sempre bom pensar no home theater durante o projeto, porque, apesar de muitos aparelhos funcionarem por Bluetooth, equipamentos mais eficientes tendem a ser cabeados”, aponta a arquiteta Livia Ornellas, da NOP Arquitetura.

A vantagem dos sistemas com suporte para conexão via Bluetooth está na praticidade na hora de conectar vários dispositivos a ele. Com isso, você pode reproduzir áudio de tablets, smartphones ou computadores sem a necessidade de plugar nada — tudo sem fio. Mas tenha em mente que é possível ter um aparelho no qual os equipamentos principais serão conectados via cabo e outros, secundários, podem ser ligados via conexão sem fio.

Saiba também que existem conjuntos de home theater com cinco ou sete caixas de som (modelos 5.1 ou 7.1, respectivamente) e, se o ambiente é pequeno ou o orçamento para isso é relativamente baixo, a dica é substituí-lo por uma soundbar que vai ficar posicionada diante da TV.

 

3 - Conteúdo de cinema em casa

cimena em casa

Agora que você tem som e imagem de qualidade, chegou a hora de pensar em conteúdo. Se o seu aparelho é uma Smart TV ou então você possui algum console das gerações mais recentes (PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360, Xbox One ou Nintendo Wii U), ganha mais um mundo de entretenimento à sua disposição. A mesma coisa acontece com aparelhos como Apple TV e Chromecast e ainda alguns reprodutores de Blu-ray, que também permitem a instalação de apps multimídia como Spotify, Netflix, Globosat Play, YouTube, Fox Play e vários outros.

Atualmente, até mesmo o Google oferece um serviço de aluguel online de filmes via o Google Play Filmes — é possível locar diretamente pelo smartphone ou tablet e reproduzir na televisão. A mesma coisa acontece em plataformas como YouTube e iTunes. De qualquer maneira, é bom ter em mente que são várias as opções disponíveis atualmente para você curtir filmes, desenhos animados e seriados sem sair de frente da TV.

 

4 - Escolha um sofá confortável

sof confortvel

O passo seguinte é pensar de onde você vai curtir todo este universo de entretenimento com áudio, vídeo e conteúdo de qualidade. Na hora de definir um assento para a sua sala de cinema, pense sempre em deixar o lugar confortável. “O principal a se levar em conta é que o conforto deve ser o ponto crucial para a escolha dos sofás, poltronas ou camas que fizerem parte da composição do ambiente”, aponta Fábio Abreu Viana.

Usar as experiências boas e ruins que você já teve frequentando uma sala de cinema convencional pode ser o ideal na hora de escolher o projeto para a sua sala particular. Lembrar-se das vezes em que esticar as pernas era tudo o que você queria ou então quando uma poltrona reclinável parecia a melhor pedida, por exemplo, é essencial.

“Pense em um cinema comercial e com certeza você vai se lembrar de muita cadeira desconfortável e daquela vontade incontrolável de colocar o pé na cadeira da frente”, comenta a arquiteta Patrícia Pfeil. “Partimos disso para definir o uso de poltronas reclináveis ou com banquetas, namoradeiras, chaises e sofás com catraca”, prossegue a profissional da NOP Arquitetura, lembrando ainda que a escolha do tecido pode influenciar na acústica do ambiente.

Na hora de definir o tipo de móvel para a sua sala de cinema, evitar tecidos desconfortáveis também é um fator importantíssimo. “Neste caso, tudo irá depender se o ambiente é somente destinado a assistir TV ou se também é um home”, pondera Thais Kalitin. “Se ele for para TV, o certo é optar por sofás despojados, retráteis ou não e sempre de tecido, pois garante conforto — evitar o couro neste caso.”

 

5 - Vamos escolher a cortina?

cortina

Sala de cinema e claridade excessiva não combinam em nada, então você precisa escolher uma cortina que deixe o ambiente aconchegante e escuro. Assim, usar tecidos sobrepostos e optar sempre por tecidos tipos black-ou, de tramas bem fechadas e cores escuras, garantem que a única iluminação presente no seu cinema em casa será a da tela da TV.

Na hora de elaborar o projeto, o importante é planejar uma cortina que ocupe um espaço para além das bordas da janela, de preferência indo até o chão. Isso também contribui para manter o ambiente mais escuro e aumentar a imersão dos espectadores na sua sala de cinema particular.

Com dicas simples e algum planejamento, você consegue criar um ambiente confortável e totalmente adaptado para uma ótima experiência diante da TV. As opções disponíveis para os entusiastas do cinema em casa são variadas e contemplam várias faixas de preço, então pesquise bem e encontre os modelos ideias de TV, home theater, sofá e cortina para o seu cômodo dedicado às exibições cinematográficas.

 

Do: Tua Casa

Por: Douglas Ciriaco   

Fotos/ Créditos: Reprodução - Patrícia Wheller, Reprodução - Belisa Corral, iStock, Reprodução - Bustamante Arquitetura, Reprodução - Claudia Pimenta e Patricia Franco.

 

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Disponível em:  https://www.tuacasa.com.br/cinema-em-casa/ | Acesso em: 20/11/2018 às 10h43.





QUARTO INFANTIL: COMO ACOMODAR DOIS IRMÃOS EM ESPAÇOS PEQUENOS
20/11/2018

Confira dicas para acomodar área para dormir, para brincar e para estudar para dois em ambientes enxutos

arquitetura de interiores

Rafael Renzo/UMM Arquitetura de Interiores)

 

Quartos infantis precisam acomodar muita coisa, ainda mais quando as crianças vão crescendo. É espaço para dormir, para brincar, para estudar… E também muito espaço para armazenar tudo! Como fazer quando a metragem do cômodo é pequena e, além de tudo, é preciso acomodar irmãos? Costumo dizer que o maior desafio é manter a individualidade de cada um e ensiná-los a aprender a compartilhar além dos móveis, os momentos.

quarto de menina

(Divulgação/UMM Arquitetura de Interiores)

 

Na decoração, alguns truques podem ajudar muito. Armários com portas de correr melhoram a circulação do ambiente. Para deixar espaço para cada um ter suas coisas, vale estabelecer um lado ou aplicar adesivos com as iniciais das crianças em gavetas e prateleiras. Assim, cada irmão fica responsável por sua área.

quarto com beliche

A beliche acaba sendo uma ótima solução, liberando espaço. Algumas possuem até bicama, tornando possível receber um amigo. Uma sugestão: crie cabanas na parte superior, em uma das extremidades, e inclua uma cortina na cama inferior. Tudo isso irá garantir uma atmosfera descolada mantendo a privacidade de cada um, inclusive na hora de dormir. Caso eles tenham horários diferentes para se deitar, é possível fixar luminárias em led em forma de fios com bolinhas em cada cama. Além de uma iluminação agradável, elas dão mais charme ao décor.

guarda roupa infantil

(Divulgação/UMM Arquitetura de Interiores)

 

A escrivaninha pode ser compartilhada, mas sugiro que cada um tenha seu horário para estudo. Deixar gaveteiros volantes individuais são uma ótima pedida, ficam sob a bancada sem ocupar espaço e a criança que for estudar naquele momento deixa a sua peça ao lado, permitindo que a superfície fique livre para apoiar livros e outros acessórios.

 

Do: Casa

Por: Elaine Gonzalez

Fotos/ Créditos: Divulgação/ UMM Arquitetura de Interiores

 

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Disponível em:  https://casa.abril.com.br/blog/pequenos-espacos-grandes-ideias/quarto-infantil-como-acomodar-dois-irmaos-em-espacos-pequenos/ | Acesso em: 26/10/2018 às 10h42.





COZINHAS COLORIDAS: 9 MODELOS PARA UMA DECORAÇÃO CONTAGIANTE
06/11/2018

Seja a sua cozinha pequena ou grande, as cores podem transformá-la por completo

 

Ter uma cozinha com armários, planejada, com tudo no lugar e organizado para o dia a dia, é o sonho de muita gente, concorda? E que tal fazer desse ambiente, que é chamado de coração da casa, um espaço contagiante e cheio de cor? Para fugir um pouco da mesmice das cozinhas brancas, selecionamos algumas opções de decoração de cozinhas coloridas incríveis. Confira a seguir!

cozinha-com-armarios

O rosa trouxe delicadeza e o preto neutralidade nesta cozinha super charmosa, com mesa de jantar de madeira e lustres redondos. Projeto dos arquitetos ucranianos Sstephents

mesa-de-jantar

A designer Daria Zinovatnaya trouxe referências que lembram o estilo Memphis para a elaboração desta cozinha, repleta de elementos geométricos que dão um ar completamente diferenciado

cozinhas

A designer Patricia Anastassiadis desenhou para Ornare a cozinha Paris. A cor é apresentada de um jeito sutil, dentro dos armários.

cozinha paris

Nesta cozinha geométrica, projetada pelo estúdio Ruslan Kovalchuk, o cinza e o verde trazem um ar clean ao espaço

cozinha geometrica

O clima monocromático, por exemplo, deixa esta cozinha vinho mais elegante

clima monocromatico

Nesta cozinha, o mix de cores é aliado à mistura e de elementos decorativos diferentes - incluindo o mármore do designer Max Lamb

mix de cores

A linha Provençal da Dellanno oferece armários com portas em lacca Arpoardor, da coleção Capeto Colors. A cor foi assinada pela estilista Isabela Capeto.

colecao

As madeiras coloridas e o mármore branco mostram como ter uma mistura sofisticada ao mesmo tempo que rústica.

madeiras-coloridas

Aqui, o azul escuro ganhou leveza com os gabinetes rústicos de madeira natural

 

Do: Casa Vogue

Por: Larissa Dionisio Fernandes 

Fotos/ Créditos: Divulgação/ Pinterest

 

Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. O Globo.

Disponível em:  https://casavogue.globo.com/Interiores/Ambientes/noticia/2018/09/cozinhas-coloridas-9-modelos-para-uma-decoracao-contagiante.htm| | Acesso em: 26/10/2018 às 09h36.

 

 





CABECEIRAS ESTOFADAS DEIXAM QUARTOS MAIS CONFORTÁVEIS
23/10/2018

Cabeceiras estofadas deixam quartos mais confortveis

Modelos e tipos de materiais são diversificados para combinar com qualquer ambiente.

 

Escolher a cama box mais adequada para o quarto de casal é importante, assim como um colchão confortável, afinal serão anos de uso. Mas tem um detalhe que muita esquece: a cabeceira. Ela não é luxo ou mera composição, além de agregar à decoração, serve para trazer mais conforto aconchego ao ambiente.

Hoje são inúmeros modelos, porém as estofadas estão ganhando cada vez mais espaço. O tamanho depende do que se pretende. Tradicionalmente, são horizontais, um pouco mais largas que a cama e numa altura suficiente para o casal sentado encostar. Mas podem até ser colocadas comum painel vertical até o teto, por exemplo.

Entre os modelos principais das cabeceiras estofadas estão as de botonê (mais usadas), que têm botões para formar saliências, e capitonê, com o estofado divido por fios que geram retângulos salientes.

Preste atenção nas dicas da arquiteta Carina Korman, Korman Arquitetos:

 

Escolha

Primeiro a pessoa deve pensar o que quer para o quarto. Se for apenas praticidade e estética, os modelos em madeira ou MDF resolvem. As cabeceiras estofadas são para quem dá preferência ao conforto. É importante considerar que, em muitos casos, a cabeceira pode se tornar o elemento principal do quarto.

 

Tecidos

Para revestir a cabeceira, o importante é considerar um tecido mais rígido e, por consequência, mais resistente. Ultrasuede, o couro natural e couro sintético são tecidos firmes e fáceis para limpar. Tecidos tramados – desde que produzidos com trama rígida – tendem a não abrir facilmente.

 

Volume

A espessura da cabeceira vai ao encontro da área útil do quarto. Caso seja muito espessa, a cama acaba indo mais para frente e tomando espaço. Sendo um quarto menor, a recomendação é escolher uma cabeceira mais fina. Se for espaçoso, pode-se trabalhar com mais volume.

 

Cores

O tom da cabeceira não necessariamente precisa ser o mesmo da cama e dos demais móveis do quarto. Por ser uma peça de destaque, é até possível ousar, colocando um tom completamente diferente ou, até mesmo, uma estampa ou madeira. A premissa é que a cabeceira precisa combinar com o estilo do ambiente em que está.

 

Tamanho

Não há uma regra que determine um tamanho ideal, apenas alguns parâmetros que devem ser seguidos. Em linhas gerais, a cabeceira pode compreender a largura de parede a parede ou acompanhar o tamanho da cama. O que não pode é uma cabeceira inferior à largura da cama. Na altura, também não há limitações. A recomendação é que, quando o morador estiver sentado, seja possível obter o apoio completo das costas. Assim,  a altura mínima deve ser de 1,10 metro.

Do: ZAP em Casa

Por: Redação ZAP em Casa

Fotos/ Créditos: Shutterstock

 

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Disponível em: https://revista.zapimoveis.com.br/transforme-o-banheiro-em-um-spa/ | Acesso em: 19/09/2018 às 18h25.





TRANSFORME O BANHEIRO EM UM SPA
09/10/2018

Faça da hora do banho o momento mais relaxante do dia.

Segundo o relatório anual do Pinterest, que prevê o que será tendência em decoração ao longo do ano com base no aumento de postagens salvas na rede social, em 2018, o foco em criar um banheiro mais aconchegante e aproveitável será maior. Isso é, só em 2017 a busca por ideias sobre decoração de banheiro e que ajudem a transformar em um spa cresceu 269%. Então, se você gosta da ideia de ter um refúgio para a hora do banho, saiba que agora é um ótimo momento.

reproducao pinterest

Foto: Reprodução/Pinterest

 

A primeira informação que você deve saber é: não são apenas banheiros enormes que podem ser transformados em seu spa pessoal. Com algumas adaptações, você consegue ter um espaço relaxante, mesmo que pequeno e sem banheira

A designer de interiores Tássia Pereira, do escritório TT interiores explica como isso é possível: “Em banheiros pequenos, podemos utilizar duchas de hidromassagens verticais, fazer um projeto de iluminação em que se use luz baixa ou indireta e apostar na decoração com o uso de velas”, sugere ela.

Além disso, investir em algo que crie um clima ameno e te faça aproveitar ainda mais o tempo é uma ótima dica. Invista em caixas de som ou em um som ambiente para curtir músicas relaxantes enquanto estiver no banho ou fazendo sua rotina de beleza. Mas nada de escolher sons agitados, hein?! O momento deve ser de tranquilidade para deixar pra trás todo o estresse após um dia de trabalho, por exemplo.

E para dar ainda mais a impressão de que você de fato está em um spa, você deve apostar também no âmbito estético do seu banheiro. Escolha revestimentos que remetam a um spa, como os famosos seixos, por exemplo que, segundo Tássia, gera muitas dúvidas sobre a possibilidade de serem aplicados em áreas molhadas.

banheiro-spa-2

Foto: Reprodução/Pinterest

 

“Eles podem e devem ser utilizados na área do box, principalmente no chão, visto que trazem uma sensação muito relaxante. Outra opção é utilizar revestimentos que reproduzem a pedra”, explica ela.

Mas, se a ideia dos revestimentos em pedra não te agradam tanto, use a imaginação e pense em referências de spas da vida real para criar seu próprio estilo de banheiro, mas, leve alguns pontos em consideração: “É preciso considerar as sensações que as cores passam. Assim, é preferível optar por cores claras e neutras tanto na pintura quanto no revestimento. Um banheiro todo branco, por exemplo, que brinque com a mistura de texturas, pode ser completamente relaxante”, explica a também designer de interiores Cibelly Ferreira. 

banheiro-spa-3

Foto: Reprodução/Pinterest

 

E ela completa lembrando que, além das paredes e do piso, é claro que você deve se importar com a iluminação; uma luz baixa deixa o aspecto muito mais aconchegante.

Todas essas dicas podem ser utilizadas tanto em banheiros pequenos quanto em banheiros grandes, mas se o seu espaço é bem avantajado, você pode investir ainda na tão sonhada banheira e criar áreas separadas para ela e para o chuveiro, segundo a sugestão de Tássia Pereira: “Essa solução é bem legal para quem quer utilizar óleos corporais e não quer entrar na banheira, por exemplo”.

designer-de-interiores

Projetos da designer de interiores Tássia Pereira (Foto: Divulgação)

 

Ou você ainda pode trocar a banheira por uma sauna. Para isso, é preciso pensar na vedação profissional do ambiente e utilizar o vapor do próprio chuveiro.

Viu? As possibilidades são inúmeras para você ter seu próprio spa em casa. Comece a planejar as mudanças e aproveite bem a hora do banho!

 

 

Do: ZAP em Casa

Por: Redação ZAP em Casa

Fotos/ Créditos: Divulgação – Pinterest  | Projetos da designer de interiores Tássia Pereira -Foto: Divulgação

 

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Disponível em: https://revista.zapimoveis.com.br/transforme-o-banheiro-em-um-spa/ | Acesso em: 19/09/2018 às 18h22.





QUARTO PLANEJADO: SAIBA QUANTO CUSTA E AS VANTAGENS
24/08/2018

Quarto planejado: saiba quanto custa e as vantagens

Ter um quarto planejado por muito tempo foi um sonho distante, já que era um produto caro e que não cabia na realidade das famílias de classe C, mas hoje em dia é possível otimizar o espaço do seu quarto com móveis feitos sob medida sem gastar muito.

Dependendo da empresa que você contratar para fazer o seu projeto, você também pode ter um quarto com design exclusivo, de acordo com a sua idade, personalidade e orçamento.

Veja nesse artigo as vantagens de um quarto planejado, quanto custa e algumas idéias para você se inspirar.

Vantagens de um quarto planejado

A maior vantagem de um quarto planejado é poder escolher o material, a cor e o modelo dos móveis, como vai ser o puxador das portas e gavetas, a quantidade de prateleiras e portas, e poder deixar tudo com a sua cara. Isso pode ser mais caro que comprar móveis prontos em lojas ou mandar fazer numa marcenaria, mas vale a pena porque um quarto planejado permite otimizar o espaço que você tem de forma organizada e bonita, de acordo com as suas necessidades.

Se você tem mais roupas de guardar pendurado em cabides (como vestidos, blazers e calças, por exemplo), você pode pedir um guarda-roupas com mais espaço para cabides. Se você tem mais roupas que são guardadas dobradas (como camisetas de malha), pode mandar fazer um com mais gavetas e prateleiras.

 

Quanto custa um quarto planejado?

Quando você contrata uma empresa especializada em móveis sob medida, num marceneiro ou um projetista, a escolha dos materiais (se é MDF, MDP ou madeira) e cada detalhe (como a cor, os puxadores das portas e gavetas, a quantidade de portas e prateleiras, etc.) pode deixar o projeto mais caro ou mais barato, e para saber quanto custa um quarto planejado é preciso saber o tamanho do espaço, pra quem é o quarto (rapazes solteiros, moças solteiras, crianças e casais têm necessidades diferentes), o material utilizado, a quantidade de móveis, nichos e prateleiras, o tipo de puxador, entre outros elementos que influenciam no custo do projeto para mais ou para menos.

Se a sua opção for mandar fazer o seu quarto planejado e o projeto inicial ficar muito caro, fale com o projetista responsável para que ele sugira outros materiais, outros modelos de puxadores, ou faça pequenas modificações no projeto, como tirar prateleiras e gavetas, por exemplo, até que o projeto caiba no seu orçamento.

Portas e gavetas geralmente são as partes mais caras, porque precisam de dobradiças, trilhos, armações e a própria mão de obra, pois exige esforço maior para confecção e montagem. Então, se você puder diminuir estes itens, com certeza você vai economizar bastante.

Existe ainda a opção de você comprar os módulos separadamente e fazer você mesmo o projeto do seu quarto planejado, o que pode ser um pouco mais barato, mas com certeza vai ser um pouco mais trabalhoso, já que você vai precisar medir bem o cômodo (e não se esqueça de medir também o pé direito) e pensar nas suas necessidades pessoais para saber a quantidade e o tipo de módulos e de móveis vai precisar, e comprá-los separadamente em lojas especializadas, sem esquecer de verificar a medida de cada um deles.

 

Quarto do casal planejado

O quarto do casal planejado geralmente é mais caro que um quarto de adolescente ou criança, já que os armários são maiores por causa da quantidade de roupas, além de precisar de um espaço maior para as roupas de cama, mesa e banho.

Como a cama é maior, uma boa opção á aproveitar o espaço em cima dela para colocar alguns armários aéreos ou prateleiras, de acordo com a necessidade e o estilo do casal. Os armários aéreos não atrapalham a circulação e são ótimos para quartos pequenos.

 

Quarto do casal planejado

O quarto do casal planejado geralmente é mais caro que um quarto de adolescente ou criança, já que os armários são maiores por causa da quantidade de roupas, além de precisar de um espaço maior para as roupas de cama, mesa e banho.

Como a cama é maior, uma boa opção á aproveitar o espaço em cima dela para colocar alguns armários aéreos ou prateleiras, de acordo com a necessidade e o estilo do casal. Os armários aéreos não atrapalham a circulação e são ótimos para quartos pequenos.

 

Do: Decorando Tudo

Por:  In Quarto | Decorando Tudo

Fotos/ Créditos: todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Disponível em: https://decorandotudo.org/quarto/quarto-planejado-2/  | Acesso em: 01/08/2018 às 16h32.





COZINHA PLANEJADA: DICAS E INSPIRAÇÕES PARA O PROJETO DOS SEUS SONHOS!
10/08/2018

Cozinha planejada

Você provavelmente já se pegou sonhando com uma cozinha planejada, daquelas com cara de capa de revista. Apesar de não ser um sonho barato, planejar cada centímetro da cozinha é garantia de um ambiente confortável, harmonioso e funcional, principalmente em pequenos apartamentos, onde as dimensões são reduzidas e é preciso fazer milagre para organizar tudo da melhor maneira possível.

A cozinha planejada é pensada para que se aproveite todo o espaço disponível de maneira funcional, harmônica e confortável, observando qual será sua frequência de uso e o número de pessoas que utilizarão o ambiente em questão. Na cozinha, o tipo, a dimensão e a posição dos eletrodomésticos são definidos em projeto, e tudo é montado pensando na praticidade e na comodidade.

Veja algumas dicas e inspirações para a cozinha planejada dos seus sonhos! 

 

As diferenças entre cozinhas moduladas e cozinhas planejadas

Antes de mais nada, você precisa saber o que está comprando. Há uma diferença entre cozinhas moduladas e cozinhas planejadas!

 

Cozinhas moduladas

Os móveis modulados são bastante versáteis e é possível escolher o número de módulos do projeto e seus formatos, no entanto, a composição é feita a partir de módulos fabricados a partir de um tamanho pré-estabelecido, o que facilita a fabricação em massa e barateia o custo do projeto, mas nem sempre atende a todas as necessidades dos clientes, que precisam adaptar seu sonho às limitações do modulado.

 

Cozinhas planejadas

Ao contrário dos modulados, os móveis planejados são produzidos de maneira personalizada e se ajustam perfeitamente ao ambiente, sem necessidade de cortes e acabamentos. Você tem total liberdade para criar uma cozinha que se adapte perfeitamente às suas necessidade! No entanto, uma vez que os móveis são fabricados a partir de um projeto adaptado ao ambiente, a produção encarece e o custo final do projeto pode sair bem alto.

 

Loja de móveis planejados X marceneiro

Verdade seja dita: um ambiente planejado pode sair bem caro! Você tem basicamente duas opções: fazer o seu projeto em uma loja que trabalhe com ambientes planejados ou contratar um marceneiro.

 

Loja de móveis planejados

Ao fechar o seu projeto com uma loja que trabalhe com ambientes planejados, você tem mais garantias como um prazo menor de execução e alguém que se responsabiliza por problemas e defeitos nos produtos ao curto e médio prazo. A desvantagem é que o preço é geralmente maior e muitas vezes a loja trabalha com módulos prontos inseridos no projeto de planejados.

 

Marceneiro

A maior vantagem de optar por um marceneiro é a possibilidade de negociar valores, o que geralmente acaba barateando o projeto. Você também tem uma liberdade maior para escolher tamanhos, cores, materiais e acabamentos. A desvantagem é que nem todas as marcenarias irão apresentar um projeto em 3D, onde você pode verificar com mais exatidão como ficará o projeto do ambiente quando executado, e, uma vez que todo o processo é manual, a execução do projeto poderá ser mais demorada.

 

Projeto de cozinha planejada: passo a passo

1. É muito importante anotar com exatidão as medidas do seu ambiente, apontando aberturas de janelas e portas, bem como a localização de interruptores.

2. Defina com antecedência quais eletrodomésticos e eletroportáteis você instalará na cozinha. Isso quer dizer definir o modelo e anotar corretamente suas dimensões. Isso será extremamente necessário durante a elaboração do projeto, para que ele possa ser elaborado para atender todas as suas necessidades. Pense na seguinte situação: sua cozinha já está pronta, linda e mobiliada e só então você percebe que aquele forno novo que você comprou é alguns centímetros maior do que o espaço reservado para ele. 🙁

3. Durante a elaboração do projeto, é importante verificar também a posição das tomadas e pontos hidráulicos. Talvez seja preciso fazer alterações nos pontos de água e luz para que eles se adequem ao projeto. Caso você ainda esteja no processo de construção da sua cozinha, pode já encomendar o projeto da sua cozinha planejada e já instalar os pontos de elétrica e hidráulica nos lugares certos, para evitar quebra-quebra depois da obra finalizada.

4. Considere também suas necessidades com relação aos armários e gavetas. Anote em uma folha de papel tudo o que você precisa guardar e vá assim definindo a quantidade de armários e gavetas das quais necessitará. Por exemplo: uma gaveta para guardar panos de prato, uma gaveta para guardar talheres, duas prateleiras para os pratos e copos e etc. Você pode passar essas informações para o projetista posteriormente.

5. Preocupe-se também com a qualidade do trabalho da loja de móveis planejados ou marceneiro que você vai contratar! Verifique a qualidade dos materiais e módulos e se o acabamento é bem feito, sem cortes e rebites! Só contrate empresas ou pessoal de confiança!

 

Como você viu, ambas as alternativas possuem vantagens e desvantagens. Cabe a você escolher a que melhor se adapta às suas necessidades!

 

 

Do: Casinha Arrumada

Por: Inara Souza

Fotos/ Créditos: (Conceitualle)

 

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

 

Disponível em: https://www.casinhaarrumada.com/2018/07/cozinha-planejada.html | Acesso em: 01/08/2018 às 15h17





EXERCITE BOAS PRÁTICAS PARA ECONOMIZAR ENERGIA ELÉTRICA
20/07/2018

boas prticas para economizar energia eltrica

Ch​​uveiro gastalhão

O chuveiro elétrico é o campeão do consumo de energia em um imóvel. O banho quentinho diário pode representar até 35% do valor total da conta. Por isso, gaste apenas o tempo necessário (10 minutos são suficientes?). Nos dias quentes, tenha coragem e tome banho frio.

 

Ar-condiciona​do

A conta deu um salto no verão? Culpa do seu melhor amigo que não te deixa pingar de suor. Mas ele não precisa ficar na potência máxima, mantenha portas e janelas fechadas para evitar que o ar quente de fora entre. Prefira equipamento classificado como inverter, que é capaz de monitorar o frio do ambiente e desligar sozinho quando atinge a temperatura indicada.

 

Geladeira​

Ela também é um dos equipamentos que mais consomem energia em uma residência Mas não podemos ficar sem, não é verdade? Então, evite que ela trabalhe sobrecarregada: instale longe de fontes de calor, como o fogão, mantenha as borrachas de vedação em bom estado e não abra a todo o momento. Pense no que vai pegar antes e quando abrir a porta pegue tudo junto.

 

Iluminação

Espero que você não use mais aquelas velhas lâmpadas incandescentes. As melhores são de LED, que iluminam mais, consomem menos e têm durabilidade muito maior. Mas mesmo com lâmpadas econômicas, por favor, evite acender durante o dia, aproveite a luz natural. E não deixe ambientes vazios com a luz acesa.

 

Ferro elétrico​

O correto é acumular o máximo de roupas para não ficar ligando e desligando o ferro – nesse processo o gasto de energia é dobrado porque ele precisa de tempo para esquentar. Sempre que acabar de passar, desligue. Não deixe o ferro descansando ligado na tábua.

 

Máquina de lavar

A dica também é otimizar, ligando somente quando as peças de roupas sujas atingirem a capacidade máxima. Ligar várias vezes com pouca roupa só vai aumentar o gasto de energia. E evite sabão demais, porque serão necessários mais enxagues.

 

Do: ZAP em Casa

Por: ZAP em casa

 

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

Disponível em: https://revista.zapimoveis.com.br/exercite-boas-praticas-para-economizar-energia-eletrica/ | Acesso em: 15/06/2018 às 10h58.





APARTAMENTO TOTALMENTE BRANCO COM MÓVEIS COLORIDOS
06/07/2018

apartamento-totalmente-branco-com-moveis-coloridos

Misturas de estilos sempre rendem um visual de impacto. Neste apartamento em Londres está a prova disso: em atmosfera contemporânea, toques de irreverência, de ousadia e arte se unem em tanta sintonia que dissolvem qualquer rótulo que você queira dar.

apartamento-em-londres

No projeto do escritório inglês Jimmie Martin, a maior sensação que salta da base branca de piso e paredes é a elegância que impulsiona as cores e o design. Na sala de estar, poltronas azuis sobre um tapete vermelho com ares desgastados tomam uma direção suave em frente a um pufe alongado branco de capitonê.

salas

Outra das salas traz as poltronas Mad, de Marcel Wanders para a Poliform, sofá vermelho-cereja, um espelho com frases estampadas em clima de rebeldia e arte clássica irreverente: conforto e personalidade.

Na cozinha, o branco puro ganha força. O mármore em pedras pentagonais tira tudo do comum e dá interesse ao espaço.

Nem o banheiro, discreto, fugiu das brincadeiras dos designers: o bufê antigo foi reformado em clima moderno e ganhou letreiro em grafite.

O quarto do morador tem cômoda preta grafitada, cama com dossel e arte renascentista, mas também fotografia contemporânea. Um mix capaz de fazer rir graças à dupla de designers Jimmie Karlsson e Martin Nihlmar, que sabe unir bom humor e estética no universo do décor como poucos.

Do:Casa Vogue

Por: Carol Scolforo

Fotos/ Créditos: Ben Sage/ Divulgação

 

Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. O Globo.

 Disponível em: https://casavogue.globo.com/Interiores/apartamentos/noticia/2018/06/apartamento-totalmente-branco-com-moveis-coloridos.html | Acesso em: 15/06/2018 às 09h12.





APARTAMENTO MASCULINHO TEM CORES CLARAS, MARCENARIA E INTERAÇÃO DE AMBIENTES
22/06/2018

O ponto de partida para a decoração deste apê de 230 m² foi a vista de 180º para a cidade de São Paulo. Projeto assinado pela designer de interiores Anna Lucia Azevedo.

Apartamento masculinho tem cores claras, marcenaria e interao de ambientes

LIVING | Sofá cinza e mesa de centro da Carbono Design. Sofá laranja assinado por Jader Almeida, revestido com tecido da Empório Beraldin à venda na Dpot. Lareira suspensa da Construtlama. Tapete da By Kamy (Foto Thiago Travesso/Divulgação)

 

Os 230 m² deste apartamento no Campo Belo, em São Paulo, ganharam repaginação total para receber o morador recém-separado que moraria pela primeira vez sozinho. Para sua nova fase, o proprietário pediu à designer de interiores Anna Lucia Azevedo por um lar com decoração ousada para que pudesse receber bem os amigos, ouvir música e cozinhar. Além disso, era preciso que os quartos das duas filhas fossem parecidos, já que as meninas são gêmeas.

O ponto de partida foi a vista 180º que o apê possui e inspirou um décor contemporâneo. “O apartamento tem estilo urbano e poderia estar em qualquer metrópole do mundo”, explica Anna. No living integrado à varanda, uma lareira suspensa foi instalada para aquecer o ambiente. A reforma também desfez uma das suítes e abriu espaço para a cozinha sem portas que invade o estar.

Na área íntima o destaque fica por conta da suíte máster com tecido na parede, cabeceira de tapeçaria e sala de banho com deque de cumaru. Os quartos das filhas seguem o mesmo estilo e são diferenciados pela cor, cada uma escolheu a sua favorita.

A obra levou seis meses para ser concluída e atendeu a todos os desejos do morador, inclusive o pedido por automação de som e iluminação. No décor, a marcenaria aliada à base neutra garantem o clima de aconchego do imóvel que apesar de masculino tem cores claras e é repleto elementos naturais que contrastam com a vista da cidade.

SALA DE JANTAR

SALA DE JANTAR | Mesa de jantar e cadeiras da Wish Casa. Ao fundo, espelho dourado da Carbono Design. Cortinas da Arthur Decor (Foto Thiago Travesso/Divulgação)

SALA DE TV

SALA DE TV | Rack de freijó e palhinha desenhado pela designer de interiores Anna Lucia Azevedo. Painel para TV de porcelanato grandes formatos que imita aço cortem, da Portobello Shop Gabriel. Sofá da Artefacto. Tapete da Vitrine. Lareira à gás, da Construtlama (Foto Thiago Travesso/Divulgação)

 

BANCADA

BANCADA | Mesa para refeições de freijó desenhada pela designer de interiores Anna Lucia Azevedo. Ao fundo, papel de parede da Orlean. Armários também desenhados pela profissional e executados pela Edy Planejados. Coifa da Brastemp (Foto Thiago Travesso/Divulgação)

 

QUARTO DA FILHA

QUARTO DA FILHA | Marcenaria desenhada pela designer de interiores Anna Lucia Azevedo e executados pela Edy Planejados. Roupa de cama da Trousseau (Foto Thiago Travesso/Divulgação)

 

Do: Casa e Jardim

Por: Julyana Oliveira

Fotos/ Créditos: Thiago Travesso/ Divulgação

 

Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. O Globo.

Disponível em https://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Jardim/Decoracao/noticia/2018/06/apartamento-masculino-tem-cores-claras-marcenaria-e-interacao-de-ambientes.html | Acesso em: 14/06/2018 às 09h58.





DÉCOR DO DIA: QUARTO DE CASAL EM TONS DE ROSA
15/06/2018

Uma decoração para morrer de amores.

Dcor do dia: quarto de casal em tons de rosa

Já imaginou acordar em um espaço assim ao lado do seu amor? Para comemorar o dia dos namorados - já mostramos aqui uma seleção de destinos para o dia dos namorados - a marca Zara Home criou este quarto com vários tons de rosa. A cabeceira no formato de meio círculo traz movimento para o espaço e complementa a base da cama na mesma cor. Já a poltrona de veludo quase se camufla no carpete da mesma tonalidade que deixa tudo ainda mais aconchegante. As roupas de cama da marca ganham um toque de sofisticação com a mesa lateral dourada. Um espaço com quê vintage e muito romantismo para se inspirar.

Paleta de Cores

 

Do: Casa Vogue

Por: Gabrielle Chimello

Fotos/ Créditos: ZARA HOME/ Divulgação/ Reprodução

 

Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. O Globo.

Disponível em: https://casavogue.globo.com/Interiores/Decor-do-dia/noticia/2018/06/decor-do-dia-quarto-de-casal-em-tons-de-rosa.html | Acesso em: 14/06/2018 às 08h55.





DECORAÇÃO COM AR MINIMALISTA
27/04/2018

Apartamento sem excessos e com boas soluções de arquitetura

 

O aconchego é um conceito muito pessoal. Há quem o encontre em uma casa cheia de objetos e paredes ocupadas, mas há também quem prefira um lugar sossegado, com menos informação e pegada minimalista. Os advogados Daniel e Natasha se encaixam nesse segundo grupo: “Pensamos em nosso apartamento como um lar onde podemos encontrar a paz, a tranquilidade e o relaxamento que muitas vezes a cidade tira de nós, e isso se reflete nas paredes brancas, nos poucos móveis e objetos, e nas cores discretas. Tem sido muito prazeroso voltar para casa e usufruir desse cantinho tão confortável e harmonioso.”, o casal diz.

Dispostos a aproveitar ao máximo as qualidades que o apartamento oferecia, Daniel e Natasha não tiveram medo de encarar uma reforma daquelas. Porém, como eles não trabalham nessa área, várias dúvidas surgiram assim que compraram o imóvel em Perdizes. O piso de tacos, por exemplo, encantou a moradora, mas será que ele suportaria uma restauração? E o que fazer com o famigerado banheiro de serviço? Será que daria para integrar a cozinha e a sala? Quem sanou todas essas questões e propôs ótimas soluções de aproveitamento de espaço foi a arquiteta Tatiane Waileman, responsável pelo projeto.

decorao com ar minimalista

O prédio é de 1980 e o apartamento nunca havia passado por reformas, então muitos dos acabamentos já estavam desgastados. Por isso, além de fazer adaptações na planta original, Tatiane precisou considerar a substituição de revestimentos. O taco felizmente pôde ser restaurado sem danos, e hoje é um dos detalhes que os moradores mais amam no apê. Durante a obra, a porta do banheiro de serviço foi invertida para o lado da sala, dando origem a um lavabo, e a parede que dividia a cozinha e a sala foi parcialmente removida, trazendo amplitude e mais luminosidade. Mas essas não foram as únicas mudanças.

Ainda na cozinha, todo o mobiliário embutido e os revestimentos antigos foram retirados e substituídos por versões mais modernas. Além disso, a posição do fogão também mudou com a criação de uma ilha central que permite uma interação maior entre os espaços. Na sala, a televisão não é o centro das atenções, pois Daniel e Natasha queriam que o ambiente funcionasse mais como um lugar para receber, então eles abriram mão do tradicional rack em troca de uma prateleira estreitinha e discreta. “Com essa área livre de móveis de apoio para a TV, podemos colocar mais assentos e mesinhas”, explicam.

decoracao-com-ar-minimalista-2

Daniel e Natasha brincam que vieram de famílias grandes e que por isso não possuem muitos móveis ou itens herdados – afinal, são tantos parentes para compartilhar que não sobraram muitas relíquias para eles. A maior parte do mobiliário é nova e foi comprada especialmente para o apartamento, porém muitos dos objetos carregam histórias de viagens feitas pelo casal.

Eles têm uma pequena coleção de bonequinhas Matrioska, artesanatos em madeira de Moçambique, almofadas da Índia e cerâmicas da Ilha de Marajó. Peças trazidas na mochila, com todo o carinho do mundo.

Luz natural de sobra, a combinação da madeira com o branco e uma decoração com bastante espaço para crescer. Assim é o lar do casal. “Apesar de ser um lugar que tivemos de ocupar do zero, o apartamento é acolhedor para nós porque tudo o que está nele escolhemos de forma refletida. Aos poucos estamos preenchendo cada canto de maneira pessoal”, eles definem.

 

 

Do: Histórias de Casa

Por: Histórias de Casa

Fotos/ Créditos: Luiza Florenciano

Disponível em: https://historiasdecasa.com.br/2018/02/08/decoracao-com-ar-minimalista/#| Acesso em: 26/04/2018 às 12h43.





AS METRAGENS MÍNIMAS PARA SALA, QUARTO, COZINHA E BANHEIRO
24/04/2018

Circulação: especialistas apontam as metragens mínimas para garantir a melhor distribuição e a passagem sem esbarrões.

Quem nunca se viu espremido entre a mesa e a cadeira para outra pessoa conseguir passar atrás? Essa é uma das situações mais emblemáticas do mau dimensionamento de ambientes e dos itens que os compõem. Mas pode-se escapar do problema: antes de montar a casa, saque a fita métrica, meça móveis e paredes e se certifique de que restará espaço para transitar. “É preciso criatividade, pois as moradias estão cada vez menores”, diz a arquiteta Elisa Gontijo. Assim, não há como seguir à risca a ergonomia ideal apontada em livros de arquitetura, e as metragens variam de acordo com as particularidades. “Porém, existem distâncias mínimas a serem praticadas”, enfatiza o designer de interiores Roberto Negrete. Para que você saiba como pôr em ordem os cantos mais apertados, montamos layouts de quatro cômodos, tomando como base móveis e eletrodomésticos de tamanho padrão e respeitando o mínimo exigido de área livre. Atenção: as ilustrações mostram portas de 80 cm de largura, pois essa medida permite a passagem de cadeirantes. Mas, em imóveis prontos, geralmente as passagens são menores: 70 cm em quartos e 60 cm em banheiros.

 

Disposição eficiente nas salas de estar e jantar

Disposio eficiente nas salas de estar e jantar

– Portas: a de entrada no imóvel costuma ser a mais larga, com 80 cm. Neste e nos demais ambientes, é fundamental deixar desimpedido o ângulo da abertura – só dispense essa recomendação no caso de modelos de correr.

– Circulação: 60 cm bastam para uma pessoa transitar sem aperto, portanto, tente manter essa medida em todas as áreas de passagem. Se receber a visita de um cadeirante, você precisará afastar os móveis.

– Jantar: a mesa quase encostada na parede libera mais espaço para a movimentação e possibilita até mesmo que um aparador ocupe a parede em frente, deixando uma largura disponível de 1,35 m. Note que entre um dos pares de cadeiras e a parede atrás dele sobram 60 cm, intervalo que proporciona conforto quando alguém se senta ou se levanta – caso as cadeiras tenham braços, aumente essa distância em 20 cm. Do lado oposto, a outra dupla de assentos está de costas para o acesso aos quartos. Por essa razão, ali deve ser deixado um caminho de 80 cm, a fim de não prejudicar a circulação mesmo quando alguém empurrar a cadeira para trás.

– Estar: para incluir uma mesa de centro em salas estreitas, só abrindo mão do padrão recomendado de 60 cm livres. Entre a mesinha e o sofá, e entre ela e a poltrona, a distância mínima aceitável é de 40 cm – ainda assim, será preciso passar de lado caso alguém esteja sentado. Se o rack tiver gavetas, que se estendem por cerca de 30 cm quando abertas, você necessitará deixar um intervalo maior, de 50 cm, desse móvel até a mesa.

– Sofá: entre o braço do estofado e a parede vizinha devem restar 10 cm, respiro suficiente para abrigar a cortina. A mesinha lateral também fica afastada alguns centímetros.

 

Cozinha: a área de trabalho determina os intervalos

– Circulação: estabeleça um corredor de 1 m de largura sem barreiras. A distância supera a de outros cômodos para garantir a mobilidade de duas pessoas – enquanto uma usa a bancada, a pia ou o fogão, a outra transita com segurança, já que muitas vezes é necessário carregar louças e pratos quentes.

– Portas: por causa dos eletrodomésticos, as aberturas nesse ambiente costumam medir 80 cm. Nesta planta, a porta de entrada e a da geladeira não podem ser movimentadas ao mesmo tempo. Na prática, isso não costuma ser um problema pois, no dia a dia, é comum que a cozinha permaneça aberta, com a  porta encostada na parede lateral. Se preferir, adote um modelo de correr, como foi feito no acesso à lavanderia, junto do fogão.

-Eletrodomésticos: tenha atenção redobrada às posições da geladeira e do fogão. Como esses equipamentos geram calor, que precisa ser dissipado, não podem ficar encostados nas paredes nem nos móveis adjacentes. O manual técnico de cada produto informa os distanciamentos específicos, mas, de modo geral, o vão sugerido por nossos consultores é a partir de 10 cm de cada lado.

– Fogão: quando o forno está aberto, é importante que restem livres 65 cm ou mais para que se consiga agachar, tirar o recipiente do interior e levantar sem o risco de esbarrões.

 

O quarto pede corredores de 60 cm

O quarto pede corredores de 60 cm

– Cama: nas duas laterais, preserve a passagem mínima de 60 cm. Em uma planta como esta, essa largura possibilita que o morador se sente para calçar os sapatos e ainda admite dois criados-mudos, com folga entre o colchão e a parede.

–  Guarda-roupa: mantenha também 60 cm desimpedidos à frente dele. Cada folha de um armário de três portas pede cerca de 45 cm quando aberta, e as gavetas podem chegar a 40 cm. Se optar por um modelo com profundidade maior, ele deve contar com portas de correr.

 

Banheiro pequenino, porém funcional

Banheiro pequenino, porm funcional

–  Porta: em geral, mede 60 cm, abertura inviável para quem depende de cadeira de rodas. Com uma planta estreita e alongada – a exemplo desta, usual em apartamentos novos –, o banheiro tem de estar fechado para que se possa abrir a porta do gabinete da pia. O vão de entrada do ambiente determina a profundidade do móvel: já que previmos uma porta acessível, de 80 cm, a bancada fica com no máximo 48 cm.

– Vaso sanitário: os 60 cm entre ele e a parede oposta garantem o acesso ao boxe. Cada lateral da bacia deve distar ao menos 30 cm dos elementos vizinhos, o que dá mais conforto ao usuário e permite apoiar uma lixeira e uma papeleira no piso.

– Área de banho: 90 cm é a largura mínima para o boxe. Assim, o morador se agacha e se movimenta livremente enquanto se ensaboa, lava o cabelo e se enxuga.

 

Fontes de consulta: arquitetos Elisa Gontijo e Roberto Negrete, e livro Las Dimensiones Humanas en los Espacios Interiores, de Julius Panero e Martín Zelnik.

Do:Casa

Por: Marcel Verrumo

Ilustrações: Alice Campoy

 

Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.

 

Disponível em: https://casa.abril.com.br/ambientes/as-metragens-minimas-para-sala-quarto-cozinha-e-banheiro/  | Acesso em: 20/04/2018 às 10h10.





DECORAÇÃO DE HOME OFFICE: 15 IDEIAS PARA CRIAR UM ESCRITÓRIO EM CASA
20/04/2018

Diversos estilos e inspirações, jeitos de arrumar a mesa, para você montar o seu!

20

É cada vez mais comum as pessoas trocarem os ambientes corporativos para executarem suas atividades profissionais em casa. Assim, o ambiente doméstico precisa se adaptar aos novos tempos e tornar-se mais flexível, mas sem perder a elegância - como no caso dessas ideias para decorar a parede. Nesta seleção, apresentamos ideias de home office, de vários tamanhos e estilos de decoração, como a decoração com plantas, que trazem além de funcionalidade, beleza em cada detalhe.

Cores fortes

021

A porta dupla da varanda permite que uma generosa luz natural se espalha por todo o home office da escritora americana Erin Foster, em Beverly Hills. Aqui, a mesa de madeira rústica e artesanal harmoniza com o banquinho, de madeira maciça, e contrasta com a luminária preta e dourada, mais moderna. Já a chaise azul escura e o vaso de plantas estampado, em cima da mesa, dão um toque clássico ao ambiente.

Hippie chic

023

Mesa, cadeira e superfícies brancas formam uma base neutra e básica neste home office, mas quem traz o toque de aconchego são os objetos, que ganharam novos usos e criaram uma atmosfera hippie chic. É o caso do tapete geométrico, que, pregado na parede, dá cor e ganha status de obra de arte. Outro modelo em tons semelhantes segue sua função habitual sobre piso de madeira, colorindo ainda mais o espaço ao lado de plantas dispostas em vasos de diversos tamanhos.

Preto e rosa

024

Assinado pela dupla Pella Hedeby e Marie Ramse, neste home office preto e rosa formam uma combinação sofisticada. Lançando mão do minimalismo, o espaço confronta, em meio a linhas retas e puras, a sobriedade de uma cor com a serenidade da outra. Para deixar tudo ainda mais interessante, a parede surge bicolor, em uma brincadeira de alto contraste.

Perto da escada

025

Com ideias práticas e originais, este home office transformou uma área subutilizada da casa. No final da escada, o espaço tomou forma sem a necessidade de quebra-quebra, apenas com a chegada de novos móveis e do guarda-corpo antigo, de metal. A estrutura cumpre a função de divisória entre o escritório e a escada, sem obstruir o alcance da luz natural e da ventilação e, principalmente, sem vetar a vista para o jogo de espelhos de diferentes formatos que se forma na parede cinza.

Espaço multiuso

026

Neste home office, o computador fica confortavelmente instalado em uma mesa, que também pode funcionar como espaço para receber convidados em um jantar. Ao fundo, o móvel com gavetas pode armazenar o material de escritório e os acessórios da casa. Na combinação de cores, a paleta contrasta suavemente tons claros com algumas peças de linhas finas na cor preta.

Cercado pela natureza

027

Uma maneira de tornar mais leves as horas de trabalho em casa é apostar em uma decoração repleta de plantas. Sabendo muito bem disso, o designer gráfico e diretor de arte Dabito, do estúdio Old Brand New, criou uma charmosa composição de prateleiras de madeira fixadas em trilhos dourados em seu home office. Lá ele colocou, no lugar de livros, uma coleção de folhagens e cactus.

Dupla elegante

028

Painel exuberante

029

A tranquilidade em harmonia com a funcionalidade habitam neste home office graças à paleta de cores calmas e elegantes. Os móveis de marcenaria personalizada, emprestam ao espaço um sotaque sofisticado, ainda mais com o acabamento de laca e alguns detalhes de vidro. Para completar a decoração, foi instalada uma releitura do muxarabi.

No quarto

030

Muitas vezes, é melhor destinar um recanto do quarto para um pequeno escritório que separar um espaço da casa para ele. No caso deste home office, criado por Blar Harris, o azul escuro que cobre as paredes e a janela se encarrega de trazer concentração, sofisticação e conforto, necessários tanto para trabalhar quanto para dormir e descansar. Como se trata de um tom pesado, optou-se por uma cortina despojada para deixar o ambiente mais leve.

Pop e vintage

031

Neste quarto, criado por Nicole Hollis, o escritório fica ao lado da cama. A cama surge com cabeceira escultórica e amarela, um link imediato com a cadeira Wishbone vermelha, de Hans Wegner, presente ao espaço dedicado ao home-office. Elementos vintage, como a máquina de escrever, a câmera fotográfica e a luminária de parede industrial trazem mais personalidade para o espaço.

 

Escritório com vista

Assinado pelo escritório de arquitetura Studio 3.7, este home office ganhou um espaço privilegiado e inusitado, a varanda. Com vista para o syline paulistano, o ambiente possui uma ampla escrivaninha de freijó, que acomoda até duas pessoas, e atrás, um armário da mesa largura guarda documentos e materiais de escritório.

Lugar inusitado

Apesar da dificuldade de unir um ambiente de trabalho à cozinha, uma atividade intelectual pode ganhar leveza em um ambiente tão aconchegante – assim como a arte de cozinhar pode se tornar mais profunda com o estudo de receitas e ingredientes. Nesta proposta, a madeira do piso combina com a e escrivaninha e com a cadeira, dupla que é centro das atenções do espaço. O preto do metal e de alguns objetos também cria harmonia com o tom das esquadrias e armários. Mas o olhar não consegue se distanciar do braço trabalhado da cadeira: em espiral, é a poética final para um ambiente de contemplação.

 

Clima descontraído

034

Tons leves e uma atmosfera alto astral envolvem este home office. Em busca de otimizar metros quadrados, a integração dos ambientes foi feita de forma inusitada: a cozinha divide espaço com atividades de trabalho através de uma mesa de madeira, que pode ser utilizada para jantar ou para produzir. A estante também é peça-chave: feita de estruturas amarelas, complementa o ar leve da composição.

 

Menos é mais

035

Este escritório, criado pela Cremme, exibe um design clean, com mesa e cadeira de madeira sobre o piso de parquet do mesmo tom. Os nichos, vazados ou fechados, mantém a organização do espaço de forma alternativa, deixando de lado as tradicionais estantes e armários. Vasos e objetos decorativos, como o balde metalizado, as telas em branco apoiadas na parede e as câmeras fotográficas vintage, dão o toque artsy perfeito.

 

Elegância vintage

036

Originais ou contemporâneas, as boiseries trazem de volta a estética de um tempo em que as paredes eram obras de arte em si. Neste escritório, criado pelo estúdio Helle Flou, elas ganham juventude ao incorporarem, em meio aos detalhes dourados, uma paleta de candy colors. Os móveis de design escandinavo fazem com elas um belo contraste de formas, com suas linhas simples e estruturas finas.

 

Do: CASA Vogue

Por: Angelina Marcasso

Fotos/ Créditos: Divulgação/ Reprodução

Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. O Globo.

Disponível em: https://casavogue.globo.com/Interiores/Ambientes/noticia/2016/10/decoracao-de-home-office-15-ideias-criar-um-escritorio-em-casa.html  | Acesso em: 17/04/2018 às 10h44.





CORES PARA PREPARAR SUA CASA PARA O OUTONO
17/04/2018

Confira as tendências para transformar a decoração e receber essa linda estação

 

As cores têm sido faladas e utilizadas cada vez mais! É indiscutível a importância delas no dia a dia e irão ganhar mais espaço na decoração. Já se foi o tempo de interiores brancos e beges. A tendência agora é colorir tudo! Aqui no site já falamos sobre as 10 tendências de cores para apostar em 2018.

 

Agora, a Pantone revelou as previsões para casa e interiores em 2019! Todo o ano eles fornecem direções de cores direcionada para mobiliário doméstico e design de interiores. As tendências para 2019 se dividem em 8 temas com setenta e duas cores. Em homenagem ao outono que começa nessa terça-feira (20/03) selecionamos duas paletas que tem tudo a ver com o essa estação: a Cravings e a Classic.

 

Inspire-se com a seleção de ambientes para colocar toda a sua personalidade nas cores das paredes, tetos, objetos e receba a estação com muito estilo.

 

Paleta Classic

Assim como o nome indica, os tons são básicos e eternos, mas sem perder a elegância e sempre se mantendo à moda. Esta é a paleta onde um branco gracioso de cisne se mistura perfeitamente com a cor de camelo, uma elegante flanela cinza, vermelho e caviar preto. O ouro e damasco fornecem elementos de acabamento que com certeza agradam a todas as categorias de produtos e níveis do mercado.

Paleta Classic

001

004

 

003

005

006

007

Paleta Cravings

Uma paleta instigante que tentará os olhos com vermelhos picantes, o doce laranja flamingo e roxos fortes. Com referências sedutoras ao "fetiche alimentar". Já os neutros do saboroso Butterum e Cappuccino aquecem a paleta, enquanto o verde traz o frescor das copas das árvores. Esses tons se basearão em experiências sensoriais para inspirar novas sensações.

008-Paleta-Cravings

010

011

012

013

014

015

 

Do: CASA Vogue

Por: Gabrielle Chimello

Fotos/ Créditos: Divulgação/ Reprodução

Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. O Globo.

Disponível em: https://casavogue.globo.com/Interiores/Ambientes/noticia/2018/03/cores-para-preparar-sua-casa-para-o-outono.html | Acesso em: 13/04/2018 às 10h29.

 





Primeira |< | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | > |Última 


tags

Decoração   Organização   ambientes planejados   concettuale planejados   decoração   dicas   móveis planejados   organização  
New Santa Bárbara D. Oeste | (19) 3455.5886
Rua Duque de Caxias. 370
New Limeira | F. (19) 3702.0352
Rua Maestro Arthur Giambelli. 05
New Piracicaba | F. (19) 3374.6228
Av. Independência, 3074
New Campinas | F. (19) 3395.4888 / 3395.7888
Av. Francisco José de Camargo Andrade, 480


New Santa Bárbara D. Oeste | F. (19) 3455.5886
Rua Duque de Caxias. 370
New Limeira | F. (19) 3702.0352
Rua Maestro Arthur Giambelli. 05
New Piracicaba | F. (19) 3374 6228
Av. Independência, 3074
New Campinas | F. (19) 3395.4888 / 3395.7888
Av. Francisco José de Camargo Andrade, 480

Todos os direitos reservados.